Sindicato pede prisão de Agnelo Queiroz por atrasar direitos trabalhistas

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O vice-presidente do Sindate – que reúne profissionais da saúde – Jorge Vianna, está a caminho na manhã desta terça (23) da Superintendência da Polícia Federal. O sindicalista vai protocolar um pedido de prisão do governador Agnelo Queiroz (PT) e demais secretários de governo responsáveis pelos pagamentos dos servidores do GDF.

A denúncia à PF é de apropriação indébita de proventos salariais, como décimo terceiro, férias, horas-extras e arrecadação de contribuição sindical dos servidores que não foram repassados ao sindicato.
O crime é previsto no Código Penal Brasileiro e pode dar de um a quatro anos de prisão, mais multa. Claro que para chegar a esse ponto, o ato depende de investigação, denúncia à Justiça, julgamento e condenação. Vamos ver no que vai dar.
Por Lillian Tahan da Veja Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: