Sol Nascente: Destruição por toda parte

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

SANDO LIMA

Casas foram destruídas após a forte chuva na noite de terça-feira; moradores ainda contabilizavam prejuízos na tarde de ontem

Vento forte deixa 52 casas destelhadas no Núcleo Rural Monjolinho, na Ceilândia. A corrente de ar atingiu alta velocidade por volta das 17h de terça-feira (8), causando estragos em residências, derrubando postes, e deixando três caminhões capotados.
A dona de casa Malvina Moreira da Silva estava preparando o jantar quando a parede de sua casa caiu sobre o fogão, como consequência da ventania. A moradora do Condomínio Gênesis, em Ceilândia, pegou as duas netas que sob seus cuidados procurou abrigo, sem êxito. “Não tinha pra onde correr”, ela lamenta.

O socorro, no entanto, chegou em pouco tempo. De acordo com Malvina, a Defesa Civil doou telhas, cestas básicas, colchão e até mesmo uma barraca, onde ela guarda o restante de seus móveis. “Eles chegaram meia hora depois da chuva, fazendo um excelente plantão”, Malvina conta. A algumas ruas de distância, a casa de Eliel Teixeira e Ruana Alves foi outra vítima do vento forte. Enquanto o marido estava no serviço e as crianças passeavam na casa de um parente, Ruana viu telhas voando e se escondeu embaixo da mesa. Hoje, com a casa derrubada e os móveis cheios de lama, o casal afirma não querer abandonar o lar. “Nós vamos reforçar o que restou e, quando der, construir a parte que o vento levou embora”, conta Eliel.
A Defesa Civil, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest) e a Administração de Ceilândia, prestam socorro às famílias desalojadas. O agente Francisco Cabral, da Defesa Civil, explica: “A gente tem que tomar cuidado com o que constrói. Se você faz uma casa sem estrutura, é isso que acontece”. Já a moradora Cristina Magalhães discorda. “Eles não fazem fiscalização prévia, deixam construir e depois derrubam tudo. Onde estava a equipe de fiscalização antes?”.
Informou Jornal Alô.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: