Sol Nascente em Ceilândia recebe mais três papa-lixos

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


[Agência Brasíla] A
população do Sol Nascente passa a contar com mais três papa-lixos. Eles foram
inaugurados na manhã desta segunda-feira (17) em evento na Avenida das
Palmeiras, no Trecho 1, onde está um deles. Com esses três, passa para 13 o
número de equipamentos desse tipo instalados em Ceilândia.

Os papa-lixos são contêineres
semienterrados com capacidade de 5 metros cúbicos (equivalente a uma caçamba) e
permitem o armazenamento dos resíduos de forma segura e limpa, minimizando os
riscos de proliferação de ratos e baratas.

“Os
benefícios são enormes, e o maior dele é o para a saúde. É muito importante que
esses pontos sejam usados corretamente para evitar toda essa gama de doenças”,
reforçou a diretora-presidente do Serviço de Limpeza Urbana (SLU),
Kátia Campos.

Ela
acredita que se trata de uma mudança cultural que ocorrerá com o tempo. “Na
medida em que uma pessoa vê outra carregando [o lixo para o local correto],
mais pessoas vão aderir e ver que suas casas ficarão mais valorizadas por
estarem em um lugar mais limpo e com menos risco para a saúde”, completou.

Desde o
início de abril, servidores do SLU percorrem a região do Sol Nascente para
orientar a população sobre o correto uso dos papa-lixos.

Lixo
é recolhido de segunda a sábado

A
retirada do material depositado nos papa-lixos é feita por um caminhão com
braço mecânico, de segunda a sábado. Uma demonstração foi feita durante a
solenidade hoje.

Morador do Sol Nascente, o
vigilante Renan Cardoso, de 44 anos, acompanhou o evento e lembrou como era a
área antes dos equipamentos: “Era triste, sujeira para todo lado. Com o
papa-lixo, vai melhorar.”

O administrador regional de Ceilândia, Vilson José de Oliveira, ressaltou
que os papa-lixos, aliados ao papa-entulho,
têm contribuído de maneira significativa para o descarte na região.

A área em que o papa-lixo da Avenida das Palmeiras foi instalado passou
por mudanças por meio do programa Ações Urbanas Comunitárias, da Companhia Habitacional do Distrito
Federal (Codhab)
. A atividade une governo e sociedade para
promover melhorias nas regiões, como pintura de fachadas e plantio de mudas, em
forma de mutirão.



Os três papa-lixos custaram cerca de R$ 60 mil, de acordo com o SLU.
Outras áreas com dificuldade de acesso pelos caminhões de limpeza devem receber
os equipamentos a partir dos novos
contatos de coleta para o Distrito Federal, cujo pregão eletrônico ocorrerá em
10 de maio
.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: