Terapia Ocupacional da Faculdade UnB Ceilândia recebe nota máxima em avaliação do MEC

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A Faculdade UnB Ceilândia (FCE) desponta com avaliações que indicam a excelência de seus cursos. O bacharelado em Terapia Ocupacional acaba de receber nota máxima, numa escala de 1 a 5, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, ligado ao Ministério da Educação (Inep/MEC).

Todas as graduações da FCE que passaram por análise do Ministério da Educação atingiram a maior pontuação. Esse procedimento é realizado com o intuito de reconhecer e credenciar os cursos de graduação de todo o país.
Com esse resultado, o curso de Terapia Ocupacional da Universidade de Brasília está entre os três melhores do Brasil, ao lado da Federal do Paraná (UFPR) e da Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). O reconhecimento veio após a análise in loco dos consultores do Inep, efetuada entre os dias 13 e 16 de agosto.
Em relatório, os técnicos destacaram a habilidade do corpo docente e o projeto político pedagógico do curso (PPC). “Desde o quarto período da graduação, o aluno da Terapia Ocupacional é inserido na rede de atenção à saúde do DF. Esse foi um ponto de destaque, pois nesse aspecto o PPC do curso avança em relação ao Plano de Desenvolvimento Interno da universidade, colocando em prática a proposição da UnB de aproximar academia e comunidade”, aponta a coordenadora do curso, Paula Furlan.
“Outro grande diferencial, que influenciou para a nossa nota, foi a atuação do Núcleo Docente Estruturante (NDE)”, diz Furlan. Trata-se de uma comissão composta por 11 professores, que atua no acompanhamento pedagógico do curso, e está presente em todas as graduações das universidades reconhecidas pelo MEC.
“Temos feito uma discussão curricular sólida, que destaca o potencial do corpo docente de fazer avaliações sistemáticas de seu trabalho educacional, inclusive apontando mudanças necessárias”.
NÚMEROS – A UnB oferece o curso de Terapia Ocupacional em Ceilândia desde agosto de 2008. O corpo docente do bacharelado é composto por 30 profissionais, dos quais 63% são doutores e 37% mestres em processo de doutoramento.
A cada semestre a graduação da FCE recebe 50 novos alunos. O curso possui 358 estudantes matriculados e já formou quatro turmas e um total de 64 profissionais. Em setembro deste ano, outros 27 estudantes devem terminar o curso.


Agência UNB


Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: