Título da Unesco e do governo federal possibilitará a execução de políticas voltadas para os jovens de Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp


Perto de completar 53 anos, Brasília foi escolhida como a Capital Ibero-Americana da Juventude 2013 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e pelo governo federal. O título é um reconhecimento das políticas públicas desenvolvidas pelo atual governo do DF para a juventude e possibilitará o fortalecimento de programas voltados para esse público nas áreas social, cultural, econômica e científica.

Ainda neste mês, o GDF lançará medidas para qualificar e garantir a inserção dos jovens no mercado de trabalho. Uma delas será o programa Jovem Candango, que empregará adolescentes em empresas públicas, com remuneração, carteira de trabalho assinada, 13º salário e férias.
“Posteriormente, vamos mobilizar a sociedade e a área privada para ampliar as vagas de emprego para nossos jovens. É uma política global, que envolve várias secretarias do governo”, completou o governador Agnelo Queiroz.
Também serão criados Centros de Juventude, espaços para convivência e qualificação dos jovens. As unidades serão instituídas -até o início do segundo semestre em Samambaia, Ceilândia, Paranoá, Planaltina e Estrutural.

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: