TRE-DF rejeita contas do PPS e suspende cotas do Fundo Partidário

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Em sessão realizada na tarde desta quarta-feira (8), o TRE-DF (Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal) decidiu, à unanimidade, desaprovar as contas do Diretório Regional do PPS (Partido Popular Socialista Trabalhista), relativas ao exercício financeiro de 2010.


De acordo com o relator do processo, desembargador eleitoral Carlos Moreira Alves, a Coordenadoria de Controle Interno do TRE-DF, órgão técnico do Tribunal, detectou algumas irregularidades nas contas da legenda.
Notificado, o PPS ofereceu algumas alegações, sem, no entanto, corrigir os defeitos revelados na prestação de contas. Em razão disso, o órgão técnico da Corte opinou pela desaprovação das contas.

Tendo em vista a falta de correção dos vícios observados nas contas do partido, o relator, em seu voto, decidiu desaprová-las e, como consequência, determinou a suspensão das cotas do Fundo Partidário por três meses, sendo seguido pelos demais membros da Corte. As informações são do site do TRE-DF.

O R7 procurou o PPS, mas, até a publicação desta reportagem, não conseguiu contato com o Diretório Regional.
Fundo partidário
O Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, denominado Fundo Partidário, é constituído por valores repassados pela União, multas, penalidades, doações, entre outros recursos.
informações do R7

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: