TRE-DF Reviravolta no caso de Olair Francisco.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


OLAIR I
No Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal,  na sessão do último dia 8, ocorreu  reviravolta no caso do deputado distrital Olair  Francisco (PTdoB), acusado de compra de votos  nas eleições de 2010.
À pedido do Ministério Público,

ocorreu uma investigação paralela sobre os fatos narrados na AIJE 441916/2010, fato que gerou o IP número 5190.

O  relator elaborou um relatório de quase 40 páginas sobre o caso, e afirma que a Polícia Federal concluiu que houve crime eleitoral (Compra de votos e promessas de emprego).
OLAIR II
O Ministério Público pede o arquivamento. Afirma ainda que já houve investigação judicial e o processo já foi arquivado. Entretanto, o relator não concorda com o MP e conclui que no processo, a AIJE foi arquivada sem sequer ouvir a interessada (Lilian Figueiredo, que fez a denúncia) nem aprofundou as investigações. Também a principal testemunha não foi procurada nem ouvida.
OLAIR III
O relator também afirmou que somente após as eleições é que de fato é possível concluir se ocorreu alguma ilicitude. O Parecer do relator foi pelo envio do processo a Câmara de Coordenação Permanente do MPF para dar prosseguimento às investigações.
A situação do empresário que virou político é de fato muito grave, e pode atrapalhar definitivamente os planos  de se tornar senador ou deputado federal nas eleições de 2014.
Uma desembargadora votou com o relator e outro votou contra. O desembargador Cléber pediu vistas.
(Inquérito – Investigação – Suposta ocorrência – Crime Eleitoral – Artigo 299 do Código Eleitoral – Artigo 41-A da Lei 9.504/97 Indiciado: Olair Francisco Advogados: Dra. Patrícia Junqueira Santiago – OAB/DF 23.592 e outros
Desembargador Eleitoral Sebastião Coelho da Silva)
Com informações do TRE-DF/ blogdodonnysilva/GBU

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: