Três acusados de tiroteio e execução de homem em Ceilândia por dívida de arma vão a júri na quinta-feira, 28/6

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
O Tribunal do Júri de Ceilândia vai julgar, na próxima quinta-feira, 28/6, os réus Fernandes Santos Santana, Thiago Gonçalves Santos Santana e Moisés Gonçalves dos Sandos Santana, acusados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e tentativa de homicídio qualificado contra as vítimas Francinardo da Silva Santos e Moisés Moreita de Sousa, respectivamente.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Segundo a sentença de pronúncia, os crimes aconteceram no dia 3/12/2015, por volta das 16h50, em Ceilândia Norte. Os réus são acusados de perseguir e promover tiroteio com a finalidade de matar Francinardo por causa de dívida envolvendo arma de fogo. Moisés, que também estava no local do tiroteio, foi vítima de bala perdida, mas sobreviveu.
Os três réus foram pronunciados por homicídio triplamente qualificado em relação à vítima Francinardo (art. 121, §2º, incisos I, III e IV do Código Penal) e tentativa de homicídio qualificado em relação à vítima Moisés (art. 121, § 2°, inciso III, c/c art. 14, inc. II, ambos do Código Penal). Os três respondem ao processo presos.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: