Tribunal determina exoneração do comandante do 10º batalhão em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Tribunal de Contas do Distrito Federal determinou a exoneração de sete policiais militares, quatro deles comandantes regionais de batalhões, por apresentarem notas fiscais adulteradas para comprovar gastos com transporte. Segundo a corte, os documentos foram usados durante um curso de aperfeiçoamento de oficiais na paraíba, em 2007. Cabe recurso da decisão.

Segundo o Comando-geral da Polícia Militar, a determinação será cumprida. Os envolvidos serão exonerados dos cargos, mas vão permanecer na corporação.

Ao todo, os policiais envolvidos terão de devolver R$ 300 mil aos cofres públicos, segundo o tribunal. Entre os PMs, estão comandantes de batalhões de Brazlândia, da Papuda, do Gama e comandante do 10º batalhão em Ceilândia. Há ainda um policial da reserva, um oficial e um capitão.

Fonte Portal G1 ( http://migre.me/qjPFq ) e Diário do Poder ( http://migre.me/qjQqQ )

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: