ONS E OFFS, por Lívio di Araújo.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Vai ou racha

Os líderes de blocos da Câmara Legislativa se reuniram ontem para discutir a pauta de votação para hoje. Resta saber se ela será cumprida…

E aí, aliados?

O vice-governador do DF, Tadeu Filippelli (PMDB) está querendo saber o que está acontecendo com a base aliada na Câmara Legislativa. Só isso.

Legado legal

Após ter sido alvo de denúncias e de protagonizar um dos vídeos mais comentados da Caixa de Pandora, ao ex-deputado Leonardo Prudente o que é do ex-deputado Leonardo Prudente: o legado da Nota Legal. O projeto que prevê abatimento no IPTU e IPVA é de autoria do ex-parlamentar e tem sido burlado pelas empresas. O desconto é garantido por lei e nós queremos ele sim. Tirem nossos descontos das meias, empresários!

Faz direito

Sempre fui a favor do “quer fazer bonito, faça direito!” O novo diretor-geral da Polícia Civil, Onofre de Moraes, tem alardeado que quer adesivar as viaturas da PCDF entre outras atitude anunciadas. A maioria em relação aos carros usados pelos policiais. Mas precisamos, diretor, é dos policiais, isso sim. Para isso, sugiro que exija que voltam para a Polícia Civil todos os milhares, repito, MILHARES, de policias desviados de suas funções que hoje prestam serviço de motoristas, assessores e seguranças no GDF, na Câmara Legislativa, nos ministérios e em outros órgãos. Se todos retornarem ao trabalho na PCDF, garanto, nem vai precisar de mais concurso público. Vai por mim.

Poderosa

A deputada distrital Rejane Piranga (PT) está a espera de um cargo no governo. Terá que deixar a CLDF para que a titular da vaga, deputada Arlete Sampaio (PT) assuma a cadeira. Mas sabe que não será deixada na mão. Até já andou dizendo a algumas fontes: “Meu nome sempre foi muito forte no PT”. Então, pelo visto, vai ser de secretária para cima…


Um nó

Quem não consegue se livrar do Tribunal de Contas do Distrito Federal é a ex-secretária de gestão administrativa Maria Cecília Landim. O último processo em que foi condenada (nº 39.640/2008), cujo recurso foi novamente negado pelo relator, o Conselheiro Renato Rainha, fará com que a ex-secretária de Roriz recolha quase R$ 2 milhões aos cofres, conforme decisão 3958, de 16 de agosto de 2011. Para piorar o seu inferno astral, circula na cidade que Cecília Landim também integraria a videoteca de Durval Barbosa. Deve estar com pressa que 2011 acabe logo.

Vale lembrar que o ex-secretário Durval Barbosa já disse que tem mais vídeos por aí…

Há quem aposte que o deputado distrital Alírio Neto (PPS) já esteja articulando sua volta à Câmara Legislativa. Alírio deixou a Sejus por 30 dias, mas, segundo fonte, não volta mais para a secretaria. Porém, continuará exercendo o poder nas pastas, se é que fui claro.

Por Lívio di Araújo

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: