Valparaiso -GO: Adolfo Lopes pode disputar em Valparaíso

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram



O vice-prefeito de Valparaiíso, Adolfo Lopes (DEM), vai decidir esta semana se vai para o PMDB a fim de disputar a sucessão da prefeita Lêda Borges (PSDB). Ele foi sondado sobre a possibilidade de deixar seu sonho de ser prefeito para 2016. “Mas essa possibilidade é zero”, respondeu. Segundo ele, a candidatura já envolveu muita gente importante e hoje ela não pertence mais a ele.

O futuro político de Adolfo vai ser decidido junto com Marcelo Melo (PMDB), indicado por Iris Rezende (PMDB) para ser o interlocutor da legenda no Entorno. A situação do PMDB em Luziânia pode favorecer a candidatura de Adolfo em Valparaíso. Caso Joaquim Roriz (PSL) decida disputar a sucessão de Célio Silveira (PSDB), o PMDB, que está aliado a PT e PTB, não terá condições de enfrentar o grupo tucano, afinal Marcelo Melo é afilhado político de Roriz.

Com isso, o PMDB fica sem um candidato forte no Entorno, frustrando o vice-governador do DF, Tadeu Filippelli, e pode vir a apostar suas fichas em Adolfo Lopes, que pode vir a ter também o apoio do PMDB federal e do DF.  

A dificuldade dessa equação está nas duas pré-candidaturas do PMDB já lançadas em Valparaíso: a de Élcio do Varejão, empresário ligado a Vanderlan Cardoso (PMDB), e a de Beto Mazzoco, presidente da legenda. Adolfo antecipa que não quer ser empurrado “goela a baixo”. Ele, que já foi do PMDB, quer retornar de maneira respeitosa. O PMDB de Valparaíso tem conversas adiantadas com o PT, principal partido oposição a Lêda Borges.

Jornal Opção. 

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: