Vazamento de gás prejudica merenda de alunos de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


(Portal G1) Um vazamento de gás prejudicou a merenda da Escola Classe 59 em Ceilândia, no Distrito Federal. O problemas só será solucionado no próximo final de semana. Até lá, o fogão deve continuar desligado. Como alternativa, os alunos vão receber pão e suco.

O derramamento aconteceu em uma central de gás que fica ao lado da cozinha da escola na QNN 36, em Ceilândia Sul. Na última quinta-feira (9), o gás vazou durante a troca de um botijão. Por causa do cheiro, as aulas foram suspensas e alguns servidores passaram mal.
A tubulação foi trocada por uma nova, mas o gás só poderá ser religado depois de um laudo feito por engenheiros da Secretaria de Educação, além de uma perícia do Corpo de Bombeiros. A previsão é que isso ocorra neste fim de semana.
O colégio improvisou e está servindo pão e suco aos mais de 400 estudantes. A professora Carla da Silva lembra que o lanche servido na escola é o alimento mais importante de muitos estudantes.
”São muitos alunos que vêm para a escola sem as refeições principais. Vem sem almoço, então, para uma criança, passar cinco horas em sala de aula, comendo só biscoito é complicado”, afirma a docente.
A Escola Classe 59 já teve outros problemas com entulho, ratos e infiltrações. Segundo o diretor do Sindicato dos Professores, Samuel Fernandes, a situação precisa ser resolvida o mais rápido possível. “Essa escola precisa ser reconstruída urgentemente, pois a cada momento aparece alguma coisa e o governo faz só remendos.”
O plano de demolir a instituição e fazer uma nova escola ainda não saiu do papel, segundo o coordenador da regional de ensino, por falta de dinheiro. Ele reconhece que, até conseguir a verba para um obra definitiva, muitos reparos terão de ser feitos.


*Informações G1-DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: