Vereador de Uberaba quer explicações para lixo hospitalar de Ceilândia, e feto encontrados.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O descarte de lixo hospitalar de Ceilândia (DF) em Uberaba, divulgado pelo Jornal da Manhã, edição do dia 1º de junho, mobilizou ontem o vereador Marcelo Borjão (DEM), que oficialmente solicitou explicações sobre o ocorrido ao Executivo. Junto ao lixo, depositado pela empresa Stericycle Gestão Ambiental no aterro sanitário às margens da avenida Filomena Cartafina (administrado pela Soma Ambiental), foi encontrado um feto do sexo masculino, dentro de um vidro etiquetado com data e o nome de uma mulher.
 
“Isso é uma vergonha! Quero saber o que está acontecendo. Fui pego de surpresa”, reagiu o democrata, que integra a base aliada do prefeito Paulo Piau (PMDB). Ele completa destacando que está preocupado com o fato de Uberaba estar recebendo lixo importado de outras cidades. Nesse sentido, Borjão quer saber há quanto tempo isso ocorre e qual o volume descartado na cidade.
 
O mesmo questionamento foi dirigido à empresa – especializada em coleta e transporte de resíduos hospitalares e industriais –, diz o vereador, completando que é um absurdo que Uberaba receba esse tipo de material, mesmo no aterro particular. “Muito me preocupa se isso vem ocorrendo há algum tempo e as consequências para o meio ambiente e a saúde da população”, disse Borjão.

Informações do Jornal da Manha

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: