Vereadora de Aguas Lindas é ameaçada depois de denunciar irregularidades

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Após denunciar irregularidades na escola Kennedy, localizada no setor I em Águas Lindas do Goiás, entorno do Distrito Federal, a vereadora Givanete S.S (PP) foi ameaçada de morte. Depois de receber denúncias da sociedade a vereadora começou a investigar as ações da diretora da escola e denunciar ao prefeito da cidade. Segundo as investigações, foram gastos cerca de R$ 14 mil na empresa do marido da diretora da escola. A vereadora descobriu ainda que a empresa JS Utilidades, para onde o dinheiro foi desviado, só existe no papel.
A acusada M.M.G, que é professora efetiva do município, foi exonerada pelo prefeito do cargo de diretora.
 A ameaça de morte aconteceu por volta das 10h da última quinta-feira (9). Sabendo das denúncias, o marido da acusada abordou a vereadora quando ela entrava no plenário para uma reunião. “Se você não parar com as denúncias, eu vou te dar um tiro na cara”, ameaçou o marido da diretora exonerado a vereadora. O acusado permaneceu no local por um tempo com a inteção de intimidar a vereadora.
 O recurso que era supostamente desviado pela diretora e o marido faz parte do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Esse dinheiro é destinado à direção e fiscalizado pela população. Os pais e responsáveis dos alunos e integrantes do conselho escolar que informaram a vereadora sobre as irregularidades.

Informações do Jornal de Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: