Vigilante repudia vinda de congressistas para defender impeachment de governador.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

                                                 Vigilante: “onda de denuncismo” (Foto: Fabio Rivas/CLDF)

“Eu repudio a vinda desses deputados e senadores que vieram à Câmara Legislativa dizer o que nós, deputados distritais, temos que fazer. Eles devem é ir trabalhar no Congresso Nacional, que é o terreiro deles”, criticou o deputado Chico Vigilante, líder do PT, na sessão ordinária de hoje (09). Vigilante questionou o ato político em defesa da abertura de processo de impeachment contra o governdor Agnelo Queiroz, feito nesta tarde por deputados federais e senadores do DEM e do PSDB.

“Por que o senador Demóstenes Torres não vai cuidar dos desmandos de Goiás ou não explica as denúncias que eram feitas nos corredors do Congresso Nacional contra ele na época da CPI da TAM?”, indagou Vigilante, ao citar também escândalos de corrupção no Rio Grande do Sul quando da administração da ex-governadora Yeda Crusius. Por que esses representantes do DEM não vieram aqui antes pedir o impeachment do Arruda também?”, questionou.
Ao concluir seu discurso, Vigilante disse que existe hoje no país uma “onda de denuncismo”, que seria protagonizada por representantes da oposição. “Mas o governador Agnelo Queiroz, que é competente e está fazendo um governo sem quaisquer denúncias, não vai ceder às chantagens políticas ou pressão de falsos dossiês”, exortou.
CLDF.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: