Vigilante se diz estarrecido com denuncismo no DF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

 No comunicado de líderes da sessão desta quinta-feira (24), na Câmara Legislativa, o deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB falou do seu espanto com o nível em que o “denuncismo” no Distrito Federal chegou. “Quero aqui colocar o meu estarrecimento com esse vídeo que está em alguns blogs. Acabo de conversar com o coronel Leão -, que eu conheço desde que ele será capitão – e ele me disse que  é normal a Casa Militar do Distrito Federal fazer varredura das instalações de onde o governador fica”, disse Chico. Para o deputado, o crime está no vazamento das informações.

Segundo Chico Vigilante, o vídeo que está circulando é fruto do trabalho da Casa Militar. Não tem ilegalidade. Foi encaminhado para ser arquivado na Secretaria de Segurança Pública e de alguma forma, vazou. “Não tem grampo. É varredura e varredura é legal”, afirma.  O deputado sugeriu ao presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício, que autorizasse a realização de uma varredura na Casa também. “Eu faço questão que faça uma varredura no meu gabinete”, disse. E ressaltou que o procedimento da Casa Militar é corretíssimo. “Apontem um grampo feito pelo coronel Leão. Reafirmo que varredura é legal e foi o que ele fez” ressaltou Vigilante.

O deputado Patrício afirmou que nas instalações da Câmara Legislativa não têm grampo. “Temos monitoramento 24 h do dia por semana”.  Ainda de acordo com o presidente da Casa, a varredura pode ser usada para o bem ou para o mal. “Aqui nós usamos para prevenção”, afirmou. Em relação às imagens divulgadas em um site de notícias, reafirmou o que Vigilante já havia dito “As imagens vazaram. Quem tem que investigar é a Subchefia de inteligência da Casa Civil. Nós não podemos politizar uma questão de segurança pública. Não vou aceitar que tragam para dentro do Poder Legislativo questões de competência do Poder Executivo”.

Fomento na saúde pública

Chico Vigilante destacou ainda em plenário a nomeação de mais de três mil profissionais de saúde na tarde de hoje pelo governador Agnelo como fruto de lei votada pela Câmara Legislativa que autoriza a contratação dos servidores. A cerimônia ocorreu no Teatro Nacional com a presença do secretário de Saúde, Rafael Barbosa. “Dentre os três mil funcionários, são 80 odontólogos. Segundo a presidente da categoria, com quem falei hoje, esta é a maior contratação do DF de uma só vez”.

Blog do Honorato

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: