Vozes do “atraso” teimam em dificultar construção túnel que ligará a EPTG a via estádio

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Por ACIC – As cidades de Ceilândia e Samambaia para acessarem a via EPTG contam hoje com uma retenção de trânsito no centro de Taguatinga que eleva o tempo de trafegabilidade em mais de meia hora em horário de pico. Tal dificuldade se deve ao desenvolvimento da região, que não foi acompanhado pela estrutura viária da região central de Taguatinga que se encontra sem mudanças deste a criação da cidade a mais de 50 anos.


A solução para o problema de mobilidade que se encontra em fase de conclusão do processo licitatório pelo GDF é a construção de um túnel rodoviário, que terá 820 metros de extensão que ligando a EPTG a via estádio sentido Ceilândia, Samambaia e Recanto das Emas e contará com duas pistas paralelas, cada uma com três faixas de rolagem para cada sentido, uma via expressa. Veja como ficará o túnel: http://www.youtube.com/watch?v=ObMJ7juMJR4

A Associação Comercial de Ceilândia – ACIC, já identificou que vozes do “atraso” teimam em dificultar construção do túnel, que ligará a EPTG a via estádio, com ações protelatórias. Para o presidente da Associação Comercial de Ceilândia, Clemilton Saraiva, o novo Centro Administrativo do Governo que será inaugurado em breve, atrairá para a região mais desenvolvimento econômico, trazendo consigo maior fluxo de automóveis impactando ainda mais na situação caótica do trânsito. 

Para Saraiva, o túnel é uma questão de qualidade de vida para as populações que dependem dele como Ceilândia, Samambaia e Recanto das Emas. Prossegue Saraiva , a mais de 30 anos que a progressão do caos viário vem esvaziar paulatinamente a região central de Taguatinga devido a inexistência de vagas de estacionamento no comércio local, que em muitos casos não resistiram e fecharam. 

Dados do DER-DF indicam que em dias normais, transitam em direção a EPTG cerca de 60 mil veículos, sendo que, desses, 60% estão apenas de passagem. Por isso, a importância do túnel, que permitirá que esses carros não interfiram no trânsito da cidade, ressaltou o secretário de Obras do GDF, David de Matos. A obra, com 830m de extensão, está orçada em aproximadamente R$ 260 milhões e os recursos para sua execução são provenientes do PAC Mobilidade Grandes Cidades.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: