Washington Mesquita não sabia de nada?

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Pelo menos, não é o que demonstram algumas das análises dos grampos colhidos pela Policia Civil com autorização judicial. 

Alguns diálogos da Operação Átrio, poderão causar grave desgaste político ao deputado distrital Washington Mesquita, embora ele não seja investigado no inquérito que originou a prisão do administrador de Taguatinga.

Segundo relatório da Policia Civil, existe a suspeita de que o deputado Washington Mesquita tenha sido presenteado com uma caríssima reforma em um apartamento no RESIDENCIAL PENÍNSULA, em Águas Claras/DF. O deputado é padrinho político de Carlos Jales, e nas degravações fica claro o auto grau de intimidade do distrital com o ex-administrador de Taguatinga.

O trabalho realizado pelo GAECO e PCDF, demonstra que apesar das inúmeras operações realizadas no DF, os núcleos criminosos continuam agindo escancaradamente em nossa cidade. Contam talvez, com a certeza da impunidade.

Em um dos telefonemas analisados, Washington diz que, “ESTEVE HOJE LÁ NO APARTAMENTO. QUE ESTÁ ENCANTADO COM A EQUIPE. QUE OS MELHORES PROFISSIONAIS.” O distrital demonstra satisfação com a equipe de profissionais que executava o serviço no apartamento e termina a ligação com um “MUITO OBRIGADO MESMO!” Fica claro na gravação que a obra estava em andamento, não havia sido concluída.

Empresários e servidores públicos demonstram claramente como tratam a coisa pública, com escárnio. O bem público é tratado como se pertencesse aos investigados.

Em outro telefonema, o parlamentar prefere deixar de comparecer a um evento no Buriti para juntamente com Jales irem a outro compromisso.

Diz a análise do diálogo: “WASHINGTON COMBINA DE ENCONTRAR COM JALES NO BURITI PARA UM EVENTO. JALES DIZ QUE ESSE EVENTO NÃO TEM FUTURO NÃO, E QUE É MELHOR WASHIGTON LIGAR PARA O GOVERNADOR E MARCAR PARA ELES CONVERSAREM COM ELE. NO FINAL DA CONVERSA, JALES DIZ QUE ESTÁ AGUARDANDO UM AMIGO DELES DAR SINAL DE VIDA PARA WASHINGTON FICAR MAIS FELIZ. WASHINGTON DIZ QUE TÁ BOM, E QUE VAI RESOLVER UMAS COISAS. OS DOIS SE DESPEDEM.”

Chama a atenção no diálogo entre o ex-administrador e o distrital a parte onde ele é contundente ao afirmar: “que estava aguardando um amigo dar o sinal de vida, para o Washington ficar feliz.” Que sinal deixaria o parlamentar feliz?

Os inúmeros encontros monitorados, e os diálogos cifrados gravados, poderão causar muitas dores de cabeça ao parlamentar que na tribuna da CLDF, disse que não sabia de nada.


Vamos aguardar, mas que parece um filme já visto por toda a população do DF, parece.

Por Edson Sombra

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: